Última chance: dez exposições que saem de cartaz na cidade
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Última chance: dez exposições que saem de cartaz na cidade

Celso Filho

23 Fevereiro 2017 | 17h11

German Lorca Sesc_DIV

Foto: German Lorca/divulgação

German Lorca
Esta é a última semana para visitar a exposição ‘Arte Ofício/Artifício’, que repassa a carreira de
German Lorca. A seleção engloba também fotografias pouco conhecidas, em cores – técnica que ele passou a adotar nos 1970. Sesc Bom Retiro. Al. Nothmann, 185, 3332-3600. 9h/21h (sáb., 10h/21h; dom., 10h/ 18h; fecha 2ª). 2ª (27) e 3ª (28), 10h/18h. Grátis. Até 3ª (28).

Anico Herskovits: Percurso Gráfico
Por meio da xilogravura, a artista gaúcha retrata paisagens naturais e cenas do cotidiano das cidades. Na mostra, sua carreira é lembrada em 50 obras. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. 9h/19h (fecha 2ª). 2ª (27) e 3ª (28), 12h/19h. Grátis. Até 3ª (28).

Antonio Maia – Ex-voto, Alma e Raiz
A religiosidade e as tradições populares na obra do sergipano Antonio Maia (1928-2008) são o mote da mostra. A curadoria de César Romero exibe 40 telas do artista, além de livros, cartas e documentos. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. 9h/19h (fecha 2ª). 2ª (27) e 3ª (28), 12h/ 19h. Grátis. Até 3ª (28).

Bob Wolfenson
Ao longo de quatro anos, Wolfenson fotografou cruzamentos e esquinas de diferentes cidades do mundo, como Macau e Barcelona. O resultado está em ‘Nósoutros’, que reúne 28 obras. Anexo Millan. R. Fradique Coutinho, 1.416, V. Madalena, 3031-6007. 10h/19h (sáb, 11h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 6ª (24).

Carybé – As Cores do Sagrado
Quando fixou residência em Salvador, nos anos 1950, Carybé (1911-1997) buscou retratar a religiosidade da cultura afrodescendente. Esta fase é exibida em 50 obras, com curadoria de sua filha Solange Bernabó. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. 9h/19h. 2ª (27) e 3ª (28), 12h/19h. Grátis. Até 3ª (28).

Estou Cá
Encerrando projeto do curador Paulo Miyada no Sesc Belenzinho, a mostra traz, entre outras obras, um conjunto inédito de trabalhos de Paulo Bruscky. Nas criações, ele buscou, em objetos simples, referências a grandes artistas brasileiros. R. Pe. Adelino, 1.000, 2076-9700. 10h/21h (dom., 10h/19h30). 2ª (27) e 3ª (28), 10h/21h. Grátis. Até 3ª (28).

O Gabinete de Alice
Em referência à obra de Lewis Carrol, a instalação multimídia convida o público a entrar em um espaço onde sons e luzes respondem à presença do visitante. O projeto é de Ale Duarte, Joãozito Pereira, Laura Campos e Lucas Bambozzi. Caixa Cultural. Pça. da Sé, 111, Centro, 3321-4400. 9h/19h (fecha 2ª). 2ª (27) e 3ª (28), 12h/ 19h. Grátis. Até 3ª (28).

Guilherme Ginane
Ginane estreia no time de artistas da Galeria Millan com ‘Que Dia Feliz Hoje Ainda Vai Ser’. Na mostra, ele apresenta dez pinturas recentes, sobre telas e papéis. Galeria Millan. R. Fradique Coutinho, 1.360, V. Madalena, 3031-6007. 10h/19h (sáb., 11h/18h; fecha dom. e 2ª). Grátis. Até 6ª (24).

Miniaturas, Maquetes, Vodu e Outras Projeções Políticas
A curadoria é de Claudia Ponga, selecionada pelo edital C.Lab Mercosul. Ela apresenta obras de seis artistas, entre eles, Jaime Lauriano e Mônica Giron. Blau Projects. R. Fradique Coutinho, 1.464, V. Madalena, 3467-8819. 11h/19h (fecha dom. e 2ª). Grátis. Até sáb. (25).

Tesouros Paulistas
A mostra exibe o acervo dos palácios do Governo do Estado. São 322 peças, o que inclui grandes nomes, como Tarsila do Amaral, além de móveis e objetos. Centro Cultural Fiesp. Av. Paulista, 1.313, metrô Trianon-Masp, 3146-7439. 10h/ 20h. Grátis. Até 3ª (28).

Mais conteúdo sobre:

última semanaexposições