Confira a programação de abertura do Sesc 24 de Maio – e tudo sobre a nova unidade
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confira a programação de abertura do Sesc 24 de Maio – e tudo sobre a nova unidade

Redação Divirta-se

17 Agosto 2017 | 17h13

Humberto Abdo (especial para o Estado) e Júlia Corrêa

Concreto, vidro e ferro predominam no Sesc 24 de Maio, que será inaugurado neste fim de semana. Com conceito arquitetônico assinado por Paulo Mendes da Rocha, o edifício – que, até 1999, abrigava a loja Mesbla – passa a receber atrações musicais, espetáculos teatrais, exposições, cursos e oficinas, além de atividades esportivas.

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

Próximo ao Teatro Municipal e à Galeria do Rock, o espaço promove uma programação extensa e gratuita neste sábado (19) e domingo (20), que inclui show de Martinho da Vila e peça com Fernanda Montenegro. A seguir, saiba mais sobre o novo Sesc e sua agenda cultural.

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

ONDE: R. 24 de Maio, 109, metrô República, 3350-6300.
QUANDO: Inauguração: sáb. (19), 11h. 9h/21h (dom. e fer., até 18h; fecha 2ª).
QUANTO: Grátis.

CURIOSIDADES

+ 13 andares recebem os serviços da unidade, que conta com espaço para exposições, teatro, comedoria e piscina ao ar livre.

+ 28 mil metros quadrados é a área aproximada do prédio, reformado a partir de conceito arquitetônico de Paulo Mendes da Rocha.

+ 365 funcionários trabalham no novo Sesc, que tem capacidade para atender cerca de 5 mil pessoas por dia.

ENTREVISTA: Danilo Santos de Miranda
O diretor regional do Sesc falou ao Divirta-se.

Foto: Adauto Perin

O que lhe chama mais atenção no novo prédio?
A localização é extraordinária – em uma região icônica de São Paulo, entre o Anhangabaú e a Praça da República, a poucos metros do Teatro Municipal. No prédio, as rampas também são especiais, porque oferecem fácil circulação e garantem rotas de fuga em situações de emergência. Outro detalhe importante é o prédio ser todo envidraçado, o que deixa o visual externo bastante atraente para a região.

Quais os destaques desta unidade?
Teremos serviços ligados diretamente à população e aos trabalhadores da região, como o atendimento odontológico, que oferecerá implantes dentários pela primeira vez. Nossa área de exposições também é vasta. E pretendemos experimentar sempre, com atrações que sejam adequadas aos espaços.

O que a presença do Sesc representa para a região central?
O Centro tem história, cultura e arquitetura marcantes, mas é, em parte, descuidado. Ainda assim, oferece serviços completos para a cidade. Estas facilidades merecem uma revitalização e também o esforço de entidades para fazer algo pela região – não apenas recuperá-la, mas usá-la de forma adequada. E, quando a gente usa, é mais fácil brigar por melhorias e por transformações.

SOBRE A UNIDADE

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

+ Por dentro, o edifício é dominado pelo cinza (suas estruturas novas) e pelo branco (as antigas) – mas, em alguns pisos, também é possível ver toques de rosa antigo (foto acima). A escolha da cor busca remeter ao passado colonial da cidade. “Neste grande conjunto arquitetônico, o novo Sesc ajuda a complementar a região central, que já é bastante rica e tem passado por transformações”, analisa Paulo Casale, gerente-geral do Sesc 24 de Maio. A unidade fica a 350 metros do metrô República e não tem estacionamento para carros. Próximo à entrada, há paraciclos, para quem vai de bicicleta.

+ No Espaço Criança, que fica no 9º andar, a proposta é usar a imaginação – o local dispensa brinquedos tradicionais e aposta em elementos como estruturas de madeira para estimular novas brincadeiras. Com programa mais voltado a crianças de até 6 anos, a ideia é que o local ainda receba atividades como contações de história e rodas musicais.

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

+ A biblioteca (foto acima) é inaugurada com 6 mil títulos de literatura nacional e estrangeira, disponíveis para empréstimo – acervo que pode ser ampliado, já que o espaço tem capacidade para até 12 mil livros. O local ainda oferece equipamentos para pessoas com diferentes níveis de deficiência visual, como um scanner com voz e um ampliador de caracteres. Também no 4º andar está o Espaço de Tecnologias e Artes (ETA), com atividades e cursos relacionados à cultura digital – como software livre, animação, design e games.

+ O conceito arquitetônico de Paulo Mendes da Rocha produziu, no edifício datado de 1941, espaços ‘permeáveis’, com aberturas que unem áreas de dentro e de fora. Em alguns andares, por exemplo, existem vãos que deixam entrar a luz do sol e a água da chuva. Nas áreas de convivência, distribuídas por todo o prédio, o mobiliário também é assinado pelo arquiteto – como os bancos e as mesas feitos de aço (foto abaixo).

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

+ O Sesc 24 de Maio é o primeiro a receber uma parede de escaladas, instalada no 8º andar. Também é lá que ficam os equipamentos de ginástica para crianças e o espaço central destinado a práticas recreativas e esportivas. A nova unidade conta também com espaço para práticas corporais, no 10º andar; quatro salas de oficinas, separadas por temas como marcenaria e arte têxtil, no 6º piso; 14 consultórios odontológicos de várias especialidades, no 7º; além da Comedoria, que fica no 2º andar.

Foto: Humberto Abdo/Estadão

+ A cobertura da unidade tem vista panorâmica para outros edifícios históricos da cidade, como o Copan e o Altino Arantes, conhecido como Banespão. A piscina semiolímpica (foto acima) é um quadrado com 25 metros de lateral e capacidade para até 400 pessoas. O espaço será dedicado ao programa de atividades aquáticas, que inclui cursos regulares para sócios. “Ter uma piscina no topo é muito simbólico, porque representa um momento de descompressão, nesse mar de prédios da cidade”, avalia Paulo Casale. “É um contraste.”

PROGRAMAÇÃO DE ABERTURA

+ Entre as atrações deste fim de semana no Sesc 24 de Maio estão atividades voltadas à tecnologia, como a Vivência Maker. Nela, o engenheiro mecatrônico Thiago Jucá apresenta o desenvolvimento e a criação de próteses mecânicas para pessoas amputadas, com fabricação digital e impressão 3D. Espaço de Tecnologias e Artes. 4º andar. Sáb. (19), 10h/18h; dom. (20), 10h/17h. Grátis.

+ Além de aulas destinadas ao público em geral, a programação esportiva de abertura inclui apresentações de atletas conhecidos. A atração Arena de Ginástica terá a presença de integrantes das seleções brasileiras de ginástica artística, como Jade Barbosa, Francisco Barreto, Flavia Saraiva e Arthur Zanetti. Esportes. 8º andar. Sáb. (19), 10h/13h30. Grátis. 

Foto: Annelize Tozzetto

+ Fernanda Montenegro (foto acima) encena ‘Nelson Rodrigues por Ele Mesmo’, monólogo a partir do livro homônimo organizado pela filha do dramaturgo, Sônia Rodrigues. O espetáculo reúne crônicas e entrevistas do autor, além de relatos da atriz sobre sua convivência com ele. 80 min. 12 anos. Teatro (216 lug.). Subsolo. Sáb. (19), 19h; dom. (20), 16h. Grátis (retirar ingresso às 13h do dia do espetáculo).

+ O Balé da Cidade de São Paulo apresenta ‘Distant Closeness’, dueto coreografado por Lucas Lima, bailarino residente do Balé Nacional da Noruega. Também apresenta uma cena do espetáculo ‘Risco’, com coreografia de Ismael Ivo. 25 min. Livre. Teatro (216 lug.). Subsolo. Sáb. (19), 16h. Grátis.

+ Com curadoria de Paulo Herkenhoff e Leno Veras, a mostra São Paulo Não É uma Cidade – Invenções do Centro reúne 400 obras de 150 artistas – como Debret, Claudia Andujar (foto abaixo) e Brecheret. Espaço Expositivo. 5º andar. Inauguração: sáb. (19). 9h/21h (dom., até 18h; fecha 2ª). Até 28/1.

Foto: Claudia Andujar

+ A inauguração da unidade também será marcada por uma série de intervenções musicais em seus arredores. No sábado (19), das 16h às 17h, e no domingo (20), das 11h às 12h, haverá o Cortejo com Músicos de Rua. Um grupo de 18 artistas vai percorrer ruas do Centro misturando ritmos como baião e forró. Ponto de encontro: Pça. do Patriarca, s/nº, Centro.

+ Para as crianças, a peça O Dragão de Fogo (50 min.; livre), dirigida por Marcelo Lazzaratto, faz sessão no domingo (20), às 10h. Destaque também para o espetáculo Impossível Alerta: Contém Mágica (50 min.; livre), do Grupo Fundo Falso, no mesmo dia, às 14h. Teatro (216 lug.). Subsolo. Grátis.

Foto: Leo Aversa

+ No show ‘Martinho Rap Samba Rock’, o sambista Martinho da Vila (foto) recebe os músicos Tereza Gama e Marco Matolli (integrantes do Clube do Balanço) e o rapper Rashid. O encontro musical ocorre nas proximidades do novo Sesc. Livre. R. 24 de Maio com R. Dom José De Barros. Dom. (20), 17h. Grátis.

O QUE VEM POR AÍ

+ No lançamento de seu livro ‘Lima Barreto – Triste Visionário’, a historiadora Lilia Moritz Schwarcz realiza também uma aula sobre a vida e a obra do autor. Foyer do Teatro. Subsolo. 3ª (22), 19h30 (retirar senha 30 min. antes).

+ Ao lado de quatro músicos, a cantora Zélia Duncan apresenta grandes sucessos de sua carreira, como ‘Alma’ e ‘Catedral’, além de canções de artistas que a influenciam. Teatro (216 lug.). Subsolo. 4ª (23), 5ª (24) e 25/8, 21h. R$ 10/R$ 40.

+ Na oficina Aprenda a Discotecar, o DJ ErryG mostra técnicas de mixagem, como samples e construções de batidas. Espaço de Tecnologia e Artes. 4ª andar. A partir de 3ª (22). 3ª e 5ª, 14h/ 18h. Grátis (retirar senha 30 min. antes). Até 31/8.

+ No bate-papo ‘Produzindo Vídeos para o Youtube’, Bruno Miranda conversa com o público sobre os processos criativos que envolve seu canal online. Espaço de Tecnologias e Artes. 4º andar. 4ª (23), 18h30. Grátis (retirar senha 30 min. antes).

+ Teresa Cristina apresenta o show ‘Teresa Canta Cartola’. Canções como ‘O Mundo É um Moinho’ e ‘As Rosas Não Falam’, compostas pelo sambista, ganham novas versões. Teatro (216 lug.). Subsolo. 26/8, 21h; 27/8, 18h. R$ 10/R$ 40.

+ O ginasta Diego Hypólito, medalha de prata na Olimpíada do Rio, participa de apresentação esportiva – uma oportunidade para conferir movimentos básicos e avançados da modalidade. Esportes. 8º andar. 27/8, 15h/17h. Grátis.