Pisco é novo porta-voz da cozinha peruana em SP
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pisco é novo porta-voz da cozinha peruana em SP

Lucineia Nunes

10 Agosto 2017 | 20h30

Ambiente do restaurante Pisco (Foto: Raphael Criscuolo)

Novo porta-voz da cozinha peruana, o Pisco foi inaugurado no dia 28/7, quando se comemora a Independência do Peru. Com clima praiano e despojado, a casa faz várias referências ao país. A começar pela varanda e por um grande painel colorido, em homenagem aos tecidos de Paracas.

Idealizado pelo chef peruano Oscar Vásquez-Solis e o sócio Alfredo Kong, o restaurante foca na culinária autêntica, de raiz. Por isso, nada melhor do que começar pelos ceviches, como o ‘Pisco’ (R$ 40), com peixe branco fresco, camarão, lula, polvo, batata-doce, milho e um saboroso leche de tigre – ácido e levemente picante – à base de limão, cebola roxa e pimenta.


Um dos ceviches do Pisco (Foto: Raphael Criscuolo)

Entre as entradas para dividir estão o ‘Chicharron de Calamar’ (R$ 36), uma porção de lula à dorê, e o ‘Cóctel de Camarones’ (R$ 39), com molho golf, avocado e pisco. Há também uma seção de ‘Causas’, tipo de escondidinho de purê de batata com recheios como caranguejo (R$ 29) e frango (R$ 20).

Na ala dos principais, prove o bom ‘Arroz Chaufa de Mariscos’ (R$ 39), salteado com shoyu, frutos do mar, cebolinha, gengibre e azeite de gergelim, que chega al dente, com tiras de omelete.

Das sobremesas anunciadas no menu, só estava disponível, na ocasião da visita, um correto arroz-doce (R$ 15). Para beber, a casa serve um aromático suco de milho roxo, com cravo e canela (R$ 10), e drinques como o típico ‘Pisco Sour’ (R$ 22).

ONDE: Al. Campinas, 656, Jd. Paulista, 3251-2334.

QUANDO: 12h/22h (sáb. e dom., até 23h).

QUANTO: Cc.: A, E, M e V. Cd.: todos.

Mais conteúdo sobre:

Piscocomida peruana