O Divirta-se convocou dois cães – um pequeno e um grande – para testar casas ‘pet friendly’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O Divirta-se convocou dois cães – um pequeno e um grande – para testar casas ‘pet friendly’

Redação Divirta-se

24 Agosto 2017 | 16h51

Foto: Lucinéia Nunes/Estadão

Segundo dados do IBGE, o Brasil tem mais de 130 milhões de animais de estimação. Isso significa que, hoje, no País, há mais pets do que crianças – muitos deles, aliás, tratados como familiares. Em São Paulo, a cada ano, aumentam os lugares que se dizem dispostos a recebê-los bem – as casas ‘pet friendly’. Pensando nisso, o Divirta-se levou o vira-lata (ou SRD, sem raça definida) Júpiter e a lhasa apso Minnie para conhecer e testar alguns locais. A seguir, você vê o resultado desta aventura. André Carmona e Lucinéia Nunes

ANTES DE SAIR DE CASA
Confira as dicas de Plínio Castro, especialista em comportamento animal, da Dog Experience

+ Verifique se o local possui todos os requisitos para o bem-estar de seu cão, como água, saquinhos para recolher as necessidades, sombra e cercado.


+  É imprescindível que o tutor esteja sempre no campo de visão do animal ou que haja um monitor qualificado no local em que o pet está circulando.

+ Caso seu cão não esteja acostumado a um ambiente ‘pet friendly’, é necessário levá-lo, antes, para
um passeio rápido nos arredores, com a guia.

Mais conteúdo sobre:

Divirta-sePet friendly