As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Novas casas fazem sorvete à moda italiana

Redação Divirta-se

21 Maio 2015 | 17h00

Novas sorveterias investem em receitas artesanais, taças clássicas e sobremesas para a estação.

Fotos: divulgação

Dolci Magie – Preparados pelo sorveteiro Andrea Beccaria, um dos três sócios italianos, os gelati ganham combinações interessantes, além dos clássicos pistache, chocolate e morango, como avelã com mel, laranja com canela e ‘Creme Oriental’ feito com água de rosas e cardamomo. São servidos no copinho ou casquinha (R$ 10 a R$ 14), na casa ampla e com jardim vertical no terraço. Boa pedida para acompanhar o café (R$ 4), o cannolo é recheado na hora com creme de ricota (R$ 6,50). R. João Cachoeira, 289, Itaim Bibi, 4371-6244.


Foto: Igor Garbin/divulgação 

Gelato Boutique – Depois de circular com seu carrinho pela cidade, a premiada sorveteira Marcia Garbin abre a primeira loja no novo Shopping Cidade São Paulo, em frente ao cinema – e já prepara a inauguração da segunda casa, na Rua Pamplona, 1.023. Acondicionados na pequena vitrine da loja, toda branca, os sorvetes são feitos diariamente em versões como chocolate 70%, avelã e doce de leite com cumaru. Servidos no copinho ou na casquinha crocante (R$ 10 a R$ 14). Av. Paulista, 1.230, Bela Vista, 3595-2560.

Foto: divulgação

Gelateria Primo Amore – A casa também segue a cartilha italiana na hora de fazer os sorvetes, com matéria-prima importada de lá, frutas frescas, leite, açúcar, nenhum conservante e, às vezes, ingredientes peculiares, como Yakult e paçoquinha. As criações da casa têm conquistado a clientela, assim como as sobremesas com sorvete e as taças de sundae (R$ 18; foto) e banana split (R$ 24). R. Barão do Bananal, 966, V. Pompeia, 3672-6014.

Mais conteúdo sobre:

sorveteriasSorvetes