Mostra no MIS visita o universo do cineasta Tim Burton
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mostra no MIS visita o universo do cineasta Tim Burton

Celso Filho

28 Janeiro 2016 | 16h20

Tim Burton at his studio, beside Jack Skellington, a character from

Foto: Steve Forrest/The New York Times

No MIS, a boca de um monstro é a porta de entrada para O Mundo de Tim Burton. Depois de percorrer outros países, a tão esperada mostra chega ao Brasil a partir desta quinta-feira (4). Nela, o imaginário do cineasta e suas inspirações são revelados por meio de 500 objetos pessoais, expostos em uma cenografia imersiva – o que já é tradição no museu paulistano.

+ Tim Burton participa de bate-papo com fãs no dia 11/2

Além das peças que remetem a seus filmes, a exposição também visita a criatividade do cineasta em outras áreas, como a literatura e as artes plásticas. Estão lá desenhos, vídeos, pinturas, fotografias e alguns de seus projetos nunca realizados.

Diferentemente de outros países, no entanto, a mostra no Brasil foi reorganizada e dividida em áreas que representam os sentimentos por trás do universo de Burton, como terror, humor e melancolia. “Queríamos que refletisse a maneira como Tim Burton cria e como o público experimenta seu trabalho”, explica a curadora Jenny He. A seguir, uma prévia do que o público verá na exposição.

ONDE: MIS. Av. Europa, 158, Jd. Europa, 2117-4777. QUANDO: 10h/20h (sáb., 9h/21h; dom. e fer., 11h/19h; fecha 2ª). Inauguração: 5ª (4). Até 15/5. QUANTO: R$ 12 (3ª, grátis).

+ O cinema de Burton é o foco de uma sala inteiramente dedicada à sua filmografia. Próximo a ela, o público também pode conhecer alguns de seus projetos nunca realizados, como um livro infantil e a produção de um filme do personagem Super-homem.

+ Burton nasceu em Burbank, uma cidadezinha na Califórnia, onde passou a infância assistindo a filmes como ‘Frankenstein’ (1931) e lendo Edgar Allan Poe. Na mostra, uma sala é dedicada a essas inspirações artísticas do cineasta.

1325 Sem título (Série Menina) c. 1997–1998 Aquarela e pastel sobre papel (c) 2015 Tim Burton

 

Foto: Tim Burton/Divulgação

+ Já nas áreas dedicadas aos sentimentos, outras faces da criatividade de Burton são exploradas. Na área Encantamento, há a aquarela acima que integra a série ‘Menina’, realizada entre 1997 e 1998. Já em Humor, estão alguns de seus trabalhos como chargista.

+ Na área Melancolia, é possível ver, por exemplo, ilustrações do livro ‘O Triste Fim do Menino Ostra e Outras Histórias’, de 1982, ou um autorretrato de Burton (‘O Homem Verde’, de 1998), sobre a morte de sua avó.

+ Um balão em forma de garoto de seis metros de altura estará exposto na área da Felicidade. O Menino Balão é inspirado no filme ‘O Balão Vermelho’ (1956), de Albert Lamorisse. Depois da mostra em Nova York, a escultura foi até representada na Parada do Dia de Ação de Graças.

PROGRAME-SE

– Alguns dias de fevereiro e março já estão com ingressos esgotados. Vale se informar pelo site do museu antes de visitar.

– Em fevereiro, há uma programação paralela com oficinas e cursos sobre a obra de Burton. Inscrições pelo site www.mis-sp.org.br

– Em abril, também está prevista uma série de encontros com Tony Berchmans sobre a música na filmografia de Burton.

Mais conteúdo sobre:

MIStim burton