As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Longa sobre Steve Jobs está entre as estreias de cinema da semana

Rafael Sousa Muniz de Abreu

14 Janeiro 2016 | 17h04

 

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

O cineasta britânico Danny Boyle (‘Quem Quer Ser um Milionário?’) poderia ter feito um filme sobre a vida de Steve Jobs (Michael Fassbender, indicado ao Oscar de melhor ator pelo papel), mas decidiu centrar-se em momentos profissionais do cofundador da Apple.

Baseado na biografia autorizada de Walter Isaacson, escrita a pedido do próprio Jobs, morto em 2011, o diretor se concentra em três dias decisivos: os lançamentos do Macintosh, em 1984, do NeXT Computer, em 1988, e do iMac, em 1998.

Nos bastidores dos eventos, Jobs revela sua personalidade obsessiva, dura e antissocial. Enquanto é ciceroneado pela assistente, Joanna (Kate Winslet, que ganhou um Globo de Ouro pela atuação), vê-se confrontado por sócios e se indispõe com a ex, Chrisann (Katherine Waterston), e a filha Lisa, cuja paternidade se recusa a assumir.

 

Se em ‘Ventos de Agosto’ (2014) o local e o universal se articulavam numa vila litorânea, Boi Neon se volta para o sertão. Premiado em Veneza e elogiado pela imprensa internacional, o longa de Gabriel Mascaro mostra um retrato que ultrapassa os clichês sobre o interior do Brasil.

No centro do drama está Iremar (Juliano Cazarré), parte de uma equipe que trabalha em vaquejadas. Apesar do trabalho rude, sonha em ser um estilista e passa os dias imaginando roupas que ele mesmo costura. No grupo estão ainda Galega (Maeve Jinkings), que dirige o caminhão que os transporta, e a menina Cacá (Alyne Santana).

A rotina do trupe não se resume ao campo, no entanto. Encontram vendedoras de empresas de cosméticos e grandes leilões com cavalos vestidos como em concursos de beleza, num filme lento, de trama rarefeita e fotografia exuberante.

 

Indicado a cinco Oscar, entre eles os de melhor filme, melhor ator (Christian Bale) e melhor roteiro adaptado, A Grande Aposta gira em torno da crise econômica de 2008. Baseado no livro do jornalista Michael Lewis, o longa acompanha Michael (Bale), gestor de um fundo de investimentos, e outros três personagens que ‘previram’ a crise.

 

 

O clássico ‘Rocky’ (1976) continua rendendo sequências. Mas, em Creed: Nascido para Lutar, não é o personagem de Sylvester Stallone, indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante, que luta – o campeão agora é o treinador e mentor de Adonis (Michael B. Jordan), filho ilegítimo de seu rival, Apollo Creed (Carl Weathers). O jovem troca o emprego por uma carreira no boxe.

 

OUTRAS ESTREIAS

Snoopy & Charlie Brown – Peanuts, O Filme
(The Peanuts Movie, EUA/2015, 88 min.) – Animação. Dir. Steve Martino. O longa é baseado no universo das tirinhas de Charles M. Schulz, publicadas no Brasil com o nome de ‘Minduim’. Na trama, Charlie Brown tenta conquistar o amor de sua vida enquanto o cachorrinho Snoopy enfrenta seu arqui-inimigo, o Barão Vermelho.