‘La Vingança’, longa de Fernando Fraiha, faz piada com a rivalidade entre brasileiros e argentinos
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘La Vingança’, longa de Fernando Fraiha, faz piada com a rivalidade entre brasileiros e argentinos

André Carmona

16 Março 2017 | 17h38

Foto: Paris Filmes

Foto: Paris Filmes

Podia ser só mais uma história de traição. Talvez se tivesse ocorrido com um francês, um inglês ou um italiano, não despertasse tanta mágoa. Mas pegar a noiva na cama, com um argentino, no dia em que a pediria em casamento, foi muito para Caco (Felipe Rocha), protagonista de La Vingança, nova comédia do paulistano Fernando Fraiha. O título surge da ideia brilhante que Vadão (Daniel Furlan), o melhor amigo, teve durante um porre homérico para ajudar a afogar as tristezas do traído: ir à Argentina e conquistar o maior número de mulheres possíveis. De carro, claro. No ‘Jorge’, o Opala amarelo.

Inteiramente filmado no país vizinho, em Buenos Aires e em Capilla del Señor, o longa narra a maluca viagem dos dois personagens, que trabalham como dublês, em busca de revanche. Caco, ainda inseguro e apaixonado pela agora ex-noiva. Enquanto Vadão, vítima da síndrome de Peter Pan, revive dias de adolescência ao lado do velho camarada. O resultado é uma sequência insana de acontecimentos não previstos e reviravoltas.

A coprodução entre Brasil e Argentina é inspirada nos chamados ‘road movies’ – cujo escopo gira em torno de uma viagem. A rivalidade entre os dois países é tratada com certa ironia, principalmente quando a dupla conhece uma banda local no meio da estrada. Dos clichês futebolísticos à constatação de que somos iguais, histórias de vida são reveladas, fazendo piada da velha rixa sul-americana.

Programação completa no Guia de Cinema do Divirta-se

0 Comentários