Com Caio Blat no elenco, adaptação de ‘Grande Sertão: Veredas’ está entre as estreias de teatro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com Caio Blat no elenco, adaptação de ‘Grande Sertão: Veredas’ está entre as estreias de teatro

Júlia Corrêa

06 Setembro 2017 | 19h12

Em Grande Sertão: Veredas, a diretora Bia Lessa assume o desafio de montar o consagrado romance de Guimarães Rosa. Em cena, Caio Blat vive o jagunço Riobaldo, que atravessa o sertão para combater Hermógenes (Leon Góes), fazer um pacto com o diabo e encontrar Diadorim (Luiza Lemmertz).

O espetáculo é encenado em uma instalação na área de convivência do Sesc Consolação, que pode ser visitada ao longo da semana. Nela, há uma estrutura tubular com 250 bonecos em tamanho humano, que remetem à cena da morte de Diadorim. A diretora, entretanto, dispensa o uso de grandes recursos visuais. O foco permanece nos efeitos sonoros e na atuação do elenco.

Foto: Roberto Pontes

160 min. 18 anos. ONDE: R. Dr. Vila Nova, 245, 3234-3000. QUANDO: Peça: estreia sáb. (9). 5ª a sáb., 20h30; dom., 18h30. Instalação: a partir de 2ª (11). 11h/21h30 (5ª e 6ª, até 19h30; sáb., 10h30/19h; fecha dom.). Até 22/10. QUANTO: R$ 12/R$ 40 (instalação, grátis).


CONFIRA OUTRAS ESTREIAS

Cerbera
Com direção de Elias Andreato e texto de Carol Rainatto, Cerbera traz a história de Martin – que tem uma mãe vítima de violência doméstica e uma professora que abusa sexualmente dele – e encontra apoio em Cecília. 80 min. 18 anos. Espaço Parlapatões (96 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 158, Consolação, 3258-4449. Estreia 5ª (14). 5ª e 6ª, 20h. R$ 40. Até 27/10.

Pink Star
O grupo Os Satyros aborda questões de gênero, a partir de autores como Judith Butler. Dir. Rodolfo García Vázquez. 110 min. Livre. Estação Satyros. (50 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 134, Consolação, 3258-6345. Estreia 6ª (8). 5ª, 6ª e sáb., 21h. R$ 20/R$ 40. Por tempo indeterminado.

Siete Grande Hotel: A Sociedade das Portas Fechadas
A peça do grupo Redimunho aborda, a partir de trajetórias de sete anônimos, temas como a beleza e a guerra no mundo contemporâneo. O primeiro ato é encenado no espaço do grupo. Para o segundo ato, o público é conduzido aos porões do Hotel Cambridge, localizado na mesma rua. 120 min. 14 anos. Espaço Redimunho de Teatro (30 lug). R. Álvaro de Carvalho, 75, Centro, 97541-7077. Estreia dom. (10). Dom., 19h; 2ª, 20h. R$ 30. Até 18/12.

Talvez Seja Amor
Formado pela atriz Mayara Dornas e pelo ator e diretor Fabiano Lana, o Coletivo Duo apresenta ironias, clichês e dramas de discursos amorosos de sete personagens. 55 min. 14 anos. Complexo Cultural Funarte. Sala Renée Gumiel (70 lug.). Al. Nothmann, 1.058, metrô Sta. Cecília, 3662-5177. Estreia 5ª (14). 5ª, 6ª e sáb., 20h30; dom., 19h30. R$ 20. Até 1º/10.