‘Califórnia’, de Marina Person, foca o Brasil dos anos 1980
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Califórnia’, de Marina Person, foca o Brasil dos anos 1980

Rafael Sousa Muniz de Abreu

03 Dezembro 2015 | 17h12

Foto: Aline Arruda/Div.

Foto: Aline Arruda/Div.

A adolescência pode ser cheia de futilidades, mas bons filmes sobre o período buscam abordar o que há de profundo nas primeiras vezes vividas aos 15, 16 ou 17 anos. É o caso de Califórnia, de Marina Person, que se passa em 1984.

O sonho da jovem Estela (Clara Gallo) é visitar o tio Carlos (Caio Blat), um jornalista descolado que vive nos Estados Unidos. Em meio a referências culturais da época (ela é fã de David Bowie, e a trilha inclui The Cure e Joy Division), a adolescente passa por uma época de descobrimentos.

Enquanto vive um embate com os pais (Paulo Miklos e Virginia Cavendish) e conta os dias para a viagem com o tio, ela se apaixona por Xande (Giovanni Gallo) e se interessa pelo novo aluno da escola, o misterioso JM (Caio Horo- wicz). Um enredo simples para um filme que se recusa a ser simplório. Rafael Abreu


 

À maneira de ‘Kids’ (1995), um de seus filmes mais famosos, O Cheiro da Gente, de Larry Clark, é protagonizado por adolescentes desordeiros. Em Paris, o desinteressado Math (Lukas Ionesco) vive uma vida de excessos. A rotina do menino rico, também garoto de programa, inclui o uso diário de drogas e passeios de skate pela cidade.

 

À Beira Mar, cujos personagens principais são um casal americano na França dos anos 1970, é protagonizado por um casal da vida real. Brad Pitt interpreta o escritor Roland e Angelina Jolie – que também dirige o filme –, a ex-bailarina Vanessa. Numa tentativa de salvar o casamento de 14 anos, eles viajam para um hotel litorâneo no país.

 

 

No Coração do Mar, do americano Ron Howard, é baseado no naufrágio do navio Essex, em 1820. A história real inspirou Herman Melville (Ben Whishaw) a escrever sua obra-prima, ‘Moby Dick’ (1851). Após o ataque de uma baleia cachalote, a embarcação passou 90 dias à deriva, enquanto a tripulação tentava sobreviver.

 

ESTREIAS

5x Chico – O Velho e Sua Gente
(Brasil/2015, 90 min.) – Documentário. Dir. Gustavo Spolidoro, Ana Rieper, Camilo Cavalcante, Eduardo Goldenstein, Eduardo Nunes. Cinco diretores focam diferentes personagens ao longo do Rio São Francisco, que passa por cinco Estados brasileiros.

Aprendi a Jogar com Você
(Brasil/2013, 87 min.) – Documentário. Dir. Murilo Salles. O longa acompanha o DJ Duda e a cantora Milka Reis, de Samambaia, periferia de Brasília. Para viver de música, tentam superar as restrições do mercado cultural brasileiro.

Bem Casados
(Brasil/2015, 90 min.) – Comédia. Dir. Aluízio Abranches. Com Alexandre Borges, Camila Morgado, Bianca Comparato. O solteirão Heitor comanda uma equipe que faz vídeos de casamentos. Ao conhecer Penélope, que quer impedir a cerimônia do amante, se envolve numa confusão.

Dois Amigos (leia resenha aqui)
(Les Deux Amies, França/2015, 100 min.) – Comédia. Dir. Louis Garrel. Com Golshifteh Farahani, Vincent Macaigne, Louis Garrel. Mona conhece Clément, que quer conquistá-la. Para impressioná-la, ele pede ajuda a seu amigo Abel, por quem ela acaba se interessando.

O Fim e os Meios
(Brasil/2014, 105 min.) – Drama. Dir. Murilo Salles. Com Pedro Brício, Cintia Rosa, Marco Ricca. O publicitário carioca Paulo se muda para Brasília para cuidar da imagem de um senador que pretende se reeleger. Ao ver a campanha ameaçada por um jovem político cuja popularidade cresce, Paulo toma atitudes drásticas que mudam o curso de sua vida.

O Natal dos Coopers
(Love the Coopers, EUA/2015, 107 min.) – Comédia. Dir. Jessie Nelson. Com Diane Keaton, John Goodman, Ed Helms. Quatro gerações dos Coopers se reúnem para a celebração do natal. Imprevistos e convidados inesperados mudam a dinâmica da festa.

Passarinho Lá de Nova York
(Brasil/2014, 105 min.) – Documentário. Dir. Murilo Salles. O longa acompanha os esforços do cineasta maranhense Cícero Filho para filmar seu novo filme, ‘Flor de Maio’. Radicado em Teresina, Filho distribui suas obras de forma artesanal.

Pecados Antigos, Longas Sombras
(La Isla Mínima, Espanha/2014, 105 min.) – Suspense. Dir. Alberto Rodríguez. Com Javier Gutiérrez, Raúl Arévalo, María Varod. Na Espanha dos anos 1980, duas irmãs de um povoado desaparecem. Dois policiais de Madri vão  ao local para solucionar o caso  e descobrir o que podem ser assassinatos em série.

O Presente
(The Gift, Austrália-EUA/2015, 108 min.) – Suspense. Dir. Joel Edgerton. Com Jason Bateman, Rebecca Hall, Joel Edgerton. Simon e Robyn, um casal jovem, têm uma boa vida. O encontro de Simon com um conhecido do colegial, Gordo, perturba a vida dos dois, trazendo à tona um passado incômodo.

Quarto de Guerra – A Oração É uma Arma Poderosa
(War Room, EUA/2015120 min.) – Drama. Dir. Alex Kendrick. Com Priscilla C. Shirer, T.C. Stallings, Karen Abercrombie. Tony e Elizabeth formam, aparentemente, uma família perfeita com a filha, mas vivem uma crise. Para resolver os conflitos, Clara os aconselha. 

Relacionamento à Francesa
(Papa ou Maman, França-Bélgica/2015, 85 min.) – Comédia. Dir. Martin Bourboulon. Com Laurent Lafitte, Marina Foïs e Alexandre Desrousseaux. Florence e Vincent têm três filhos. Prestes a se separarem, ambos recebem propostas de trabalho que dificultam o combinado inicial: a guarda compartilhada. A partir daí, um empurra a responsabilidade para o outro.

Tudo que Aprendemos Juntos
(Brasil/2014, 103 min.) – Drama. Dir. Sérgio Machado. Com Lázaro Ramos, Hermes Baroli, Fernanda de Freitas. O violinista Laerte começa a dar aulas na periferia paulistana. Lá, descobre um garoto talentoso, e se empenha para que a música o afaste do tráfico.