7 bares com área externa para visitar nos dias mais quentes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

7 bares com área externa para visitar nos dias mais quentes

Humberto Abdo

03 Abril 2018 | 17h34

Foto: Rafael Jacinto

Bar do Beco
Rodeado de árvores e com mesas ao ar livre – em clima típico de ‘quintal de casa’ (foto) –, o espaço tem reunido frequentadores de várias idades para saborear sanduíches e drinques. O cardápio reforça a proposta: adaptadas pela chef Lelena Cesar, as receitas de lanches de várias partes do mundo foram feitas para comer com as mãos. Um dos mais pedidos é o argentino ‘Choripan’ (R$ 24), preparado com pão baguete, linguiça, chimichurri e picles de cebola roxa. Entre as bebidas, a carta de drinques inclui dois especiais da casa: o ‘Beco Punch’ (R$ 29), feito com uma mistura de runs, frutas vermelhas com hibisco, limão taiti, folhas de hortelã e vinho espumante seco; e o ‘Graffiti (R$ 28), que leva gim com infusão de gengibre, xarope de especiarias, limão-siciliano e angostura. R. Aspicuelta, 17, V. Madalena, 3031-0645. 17h/0h (6ª e sáb., 12h/0h; dom., 12h/22h; fecha 2ª e 3ª). Cc.: todos. Cd.: todos.

Foto: Jean Daniel Danielian

King Skl. Beer
Reforçando o ‘circuito cervejeiro’ cada vez mais variado na cidade, o bar fica no 2º andar de um boulevard ao ar livre (foto), formado por vários contêineres que vendem opções como pizza, hambúrguer e comida mexicana. No caso do bar, a comida é quase coadjuvante: o menu tem quatro itens, entre eles o ‘Tomorrow Land’ (R$ 14), kafta de cordeiro artesanal prensada em pedaços cortados de pão sírio, e a ‘Antuérpia’ (R$ 35), linguiça artesanal de cordeiro, para compartilhar. A área aberta com vista para a Avenida Braz Leme reúne algumas mesas de madeira, onde os frequentadores escolhem uma das quatro torneiras de chope, com marcas que mudam periodicamente – uma das opções mais recentes é a ‘Free Fly’ (R$ 24), da cervejaria Hop Flyers, do estilo American IPA. SÖZ Boulevard. R. Marambaia, 538, Casa Verde, 99135-0932. 12h15/22h (6ª, 12h15/23h30; sáb., 13h/0h; dom., 17h/22h; fecha 2ª). Hoje (30), 17h/22h. Cc. e Cd.: D, E, M e V.

Foto: Humberto Abdo/Estadão

Oh Freguês
Aberto numa das regiões mais boêmias da Freguesia do Ó, o local reúne bar, balada e um terraço. Dos mesmos donos do bar Vila Seu Justino, na Vila Madalena, o local aposta em uma decoração vibrante, com luzes e adereços piscando acima das escadas e barris de chopes decorando a área externa. No subsolo, onde fica a pista de dança, as festas têm DJs e apresentações de música ao vivo, com bandas de pop, samba e sertanejo. Para quem prefere fugir do agito, a casa conta com algumas mesinhas na calçada, espaço perfeito para pedir um chope Heineken (R$ 8,90) ou um dos drinques clássicos, como as variações de gim tônica (R$ 22,90/R$ 34,90) e de caipirinha (R$ 20,90/R$ 27,90) – a versão clássica leva cachaça branca São Francisco, limão taiti e açúcar mascavo. O cardápio lista opções como o ‘Bolinho de Feijoada’ (R$ 32,90; 10 unid.) e o ‘Caldinho de Feijão com Couve Crispy’ (R$14,90). Lgo. da Matriz de Nossa Senhora do Ó, 145, Freguesia do Ó, 3034-1143. 18h/5h (sáb., 14h/5h; dom., 12h/5h; fecha 2ª). Entrada: R$ 15/R$ 30. Cc.: todos. Cd.: todos.

Foto: VR360

Goose Island Brewhouse
O bar da marca americana de cervejas é um brewpub, já que faz a própria cerveja no local. Nos grandes tanques de inox, são produzidos até 15 mil litros por mês, servidos nas 30 torneiras espalhadas pelos dois andares. E é no segundo piso que fica o ‘beer garden’ (foto), um espaço aberto com jardim e mesas para receber os clientes. Na carta de cervejas, a Goose Island IPA (R$ 18,50, 450 ml) é uma das mais pedidas. R. Baltazar Carrasco, 187, Pinheiros, 2886-9858. 18h/1h (sáb., 12h/1h; dom., 12h/22h; fecha 2ª).

Foto: Rômulo Fialdini

Adega Santiago
A fila de espera faz parte da rotina do lugar. Se houver lugar no balcão, fique por ali na companhia da deliciosa porção de croquetes de pato (R$ 41, 6 unid.). Uma vez à mesa, peça os ‘Frutos do Mar à Tasquinha’ (R$ 93), que leva polvo, lula e camarão com batatas ao murro e cebola. R. Sampaio Vidal, 1.072, Jd. Paulistano, 3081-5211. 12h/15h e 19h/23h (3ª e 4ª, até 0h; 5ª a sáb., 12h/0h; dom. e fer., 12h/22h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Foto: Leo Feltran

Boteco São Bento
Da bela chopeira de cobre, sai um chope leve e cremoso (R$ 7,99). No cardápio, quitutes como dadinhos de tapioca (R$ 29,90, 10 unid.), servidos com melado de cana, o ‘Bolinho São Bento’ (R$ 34,90, 8 unid.), recheado de costela bovina, e o ‘Camarão São Bento’ (R$ 47,90), gratinado com catupiry. O bar ocupa uma casa de esquina e é decorado à moda dos bares paulistanos de antigamente. R. Mourato Coelho, 1.060, V. Madalena, 3074-4389. 15h/últ. cliente (6ª a dom., 12h/últ. cliente). Cc. todos. Cd.: todos.

Foto: Leo Feltran

Boteco São Conrado
O ambiente é de um boteco chique, com laterais abertas (foto) ótimas para ir nos dias mais quentes. Comandado pelo premiado barman Laércio Zulu, o balcão de drinques serve versões como o ‘Margarita Frozen’ (R$ 24,90), com tequila José Cuervo e mix cítrico; e a ‘Piña Colada’ (R$ 23,90), com rum branco, abacaxi, purê de coco e grenadine. Há também cerveja Original (R$ 9,50, 600 ml) e Budweiser (R$ 8,90, 600 ml). E para comer, além de porções, há pratos como o ‘Filé Mignon à Oswaldo Aranha’ (R$ 53,50). R. Aspicuelta, 51, Pinheiros, 3074-4389. 17h/3h (6ª, 16h/3h; sáb. e dom., 12h/2h). Cc.: todos. Cd.: todos.

Mais conteúdo sobre:

baresárea externaterraço