Versões e versões

Sonia Racy

30 Janeiro 2016 | 01h25

Antes de sofrer qualquer pressão, o agora delator da Lava Jato Fernando Moura já dizia, a amigos, em meados de 2004, que ia sair do País a pedido de José Dirceu. Fato que se concretizou em 2005.

Se desfez, inclusive, de um negócio imobiliário com essa justificativa. Segundo o vendedor, o empresário chegou a dar um sinal pela compra.

Versões 2

É fato notório que Moura, antes da eleição de Lula, em 2002, estava bastante apertado de recursos. Chegou até a ser ameaçado de prisão por não pagar pensão à ex-mulher.
No final de 2003 e começo de 2004, sua vida financeira parecia estar refeita.

Versões 3

O lobista – amigo do ex-ministro há 30 anos – fez sua primeira delação dizendo que Dirceu o aconselhou a morar em Paris. Depois desmentiu-se e, ontem, voltou novamente atrás.