Uma pedra…

Sonia Racy

11 Setembro 2014 | 01h11

Existe grande preocupação na iniciativa privada – bem como entre outros segmentos da população – sobre como Marina Silva, caso eleita, se relacionará com o Congresso.

E ainda mais: sobre quem será seu intermediário principal com a Casa.

…no caminho?
Indagados a respeito, integrantes da equipe da candidata acreditam que ela não terá problemas. Com Eduardo Cunha fora da presidência da Câmara, há possibilidade de Danilo Forte, do PMDB, ser o escolhido. Ou, no caso de candidatura avulsa, Milton Monti, paulista do PR. Ou ainda Júlio Delgado, do PSB. Não está excluído Miro Teixeira, do PROS.

Pedra 2
No caso do Senado, a coisa é mais complexa: tirar Renan Calheiros não será nada fácil.