Tribunais de segunda instância rejeitam proposta que limita reajuste

Sonia Racy

12 Outubro 2017 | 00h52

Dos 117 tribunais de segunda instância do País, 86 dizem “não” à norma que limita a R$ 59,87, de alto a baixo, os aumentos a servidores na estrutura da Justiça.

O que eles defendem é outra proposta, que prevê aumentos proporcionais aos salários. Que pode levar esses aumentos até a R$ 4.000. As informações estão no Anuário da Justiça Federal 2018, recém-concluído pelo site Conjur.

Leia mais notas da coluna:

+ Lázaro Brandão deixa conselho do Bradesco


+ Rede municipal voltará a ter Prova São Paulo