Total de mulheres presas cresce 700% em 16 anos

Total de mulheres presas cresce 700% em 16 anos

Sonia Racy

13 Outubro 2017 | 12h28

FOTO LUIZ SILVEIRA / AGÊNCIA CNJ

Relatório recém-divulgado pelo Ministério da Justiça revela que o total de mulheres presas no Brasil saltou de 5.601 para 44.721 – ou seja, 700% — desde o ano 2.000. Com isso, elas passam a representar 6,8% do total da massa prisional do País – eram 3,2% há 16 anos.

O levantamento, feito pelo Departamento Penitenciário Nacional, o Depen, revela também que praticamente metade delas – 44,7% — são presas provisórias, à espera de julgamento definitivo.

Por que esse crescimento? Segundo o levantamento, a maioria dos casos – mais de 60% deles – é por tráfico de drogas. E, com enorme frequência, trata-se de mulheres que, estando o marido preso, “herdam” deles a tarefa de continuar a entrega das drogas nas regiões onde vivem.