Sesc ‘repete’ o MAM, expõe artista nu e OAB debate ‘arte x infância’

Sesc ‘repete’ o MAM, expõe artista nu e OAB debate ‘arte x infância’

Sonia Racy

28 Outubro 2017 | 13h49

O RUSSO FYODOR NU, EM OUTRA PERFORMANCE. / DIVULGAÇÃO

Mal terminou o episódio do artista nu tocado por uma criança no MAM, agora é o Sesc Consolação que anuncia evento semelhante. Na segunda-feira, dia 6, o artista russo Fyodor Pavlov-Andreievich, já conhecido de algumas plateias brasileiras, inaugura outra intervenção. Ficará nu, imóvel, deitado durante horas, representando Lênin em seu mausoléu, em Moscou.

A diferença é que, desta vez, a plateia será convidada a interagir: cada vez que o corpo nu for tocado, aumenta o volume da musica ambiente.

Informada, a OAB decidiu antecipar-se à nova polêmica. Nesta quarta-feira, dia 1.º, ela promove audiência pública sobre “Limites da Liberdade de Expressão Ante o Direito da Infância” em sua sede no centro de SP.

Entre os palestrantes estarão a professora Roberta Densa, da USP, e o desembargador do TJ Eduardo Gouvea, ambos estudiosos do tema. Os dois discutirão o assunto com os advogados Ricardo Cabezón e Evaristo Azevedo, das comissões Infantojuvenil e de Direito às Artes da Ordem .