Sassaricantes

admin

07 Março 2009 | 11h50

Coincidência ou não, no mesmo dia em que estreava Yan Tortellier, o novo regente da Osesp, o governo José Serra desembarcou na… peça Sassaricando, criação de Sérgio Cabral pai e Rosa Maria Araújo, que reúne marchinhas de sucessos dos anos 50 e 60.

Estavam lá, quinta, além de Serra, o vice Alberto Goldman, mais Aloysio Nunes Ferreira e José Henrique Lobo. Só faltou mesmo João Sayad – que acabou não podendo ir nem à Sala São Paulo nem ao Procópio Ferreira. Aliás, Serra, bem como parte da plateia, conhecia bem mais da metade das letras. “Sabe que isso até me preocupou”, ironizou. É.