Sarney Filho comemora ‘política ambiental’ do BNDES

Sonia Racy

04 Outubro 2016 | 17h18

Depois de uma aprovação rápida do Acordo Climático no Congresso, no início de setembro, e de sua apresentação bem-sucedida na Assembleia-Geral da ONU, o ministro Sarney Filho está comemorando outro avanço importante na política do meio ambiente. É que o BNDES acaba de aprovar decisão que prioriza, nos empréstimos, o financiamento a energias alternativas e a suspensão do crédito para a construção de usinas térmicas a carvão e óleo combustível.

“É um passo importante”, disse o ministro. Os projetos de fontes renováveis poderão, daqui por diante, ter financiamento de até 80% com a taxa de juros mais baixa do banco.