Santo de casa…

Sonia Racy

10 Junho 2014 | 01h07

Tamanha a confusão que o ensaio geral da cerimônia de abertura da Copa – marcado para 8h de domingo, no Itaquerão – começou sete horas depois, às 15h. E, assim, a intenção dos coordenadores, repetir os passos dos 600 integrantes do evento três vezes, naufragou.

A coreografia de 25 minutos foi repassada uma única vez.

…fará milagre?

Segundo relato de alguns participantes, além dos banheiros encharcados e da inundação dos carpetes nos camarins – por causa de problema no sistema de ar-condicionado –, a contratação de última hora de maquiadoras inexperientes resultou em figurantes do mesmo setor com looks diferentes. Sincronicidade? Não há muitas reclamações a esse respeito.

Ginasta do elenco reza: “Deus é brasileiro ou não é?”.

Santo 2

Eduardo Tuma e outros integrantes da CPI dos Alvarás da Câmara, fazem, amanhã, diligência no Itaquerão. Querem checar as condições do estádio que será palco da abertura da Copa… com alvará provisório. Documento definitivo? Só após o Mundial.

Os parlamentares esperam encontrar na arena Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, e Tiago Paes, gerente de operações do COL. A comissão aprovou requerimento para ouvir os dois. Que, até agora, não foram localizados.