Roayties em alta

Sonia Racy

15 Outubro 2016 | 00h45

A grave crise financeira do Rio passa diretamente pela queda no faturamento com os royalties do petróleo – o Estado pediu, esta semana, à ANP, urgente revisão dos cálculos de distribuição.

Já em São Paulo, o pagamento de royalties é motivo de… comemoração. O Estado saltou de R$ 116 milhões, em 2006, para quase R$ 1,5 bilhão no ano passado. “E a tendência é que SP tenha protagonismo cada vez maior”, prevê Antonio Guimarães, do Instituto Brasileiro do Petróleo, que discute o assunto, a partir do dia 24, no Rio Oil & Gas Forum.