Quanto topou assumir conselho da BRF, Parente disse que ficaria dois anos

Sonia Racy

12 Maio 2018 | 00h55

O PRESIDENTE DA PETROBRÁS, PEDRO PARENTE

O PRESIDENTE DA PETROBRÁS, PEDRO PARENTE. FOTO: ESTADÃO

Desde que Pedro Parente aceitou assumir a presidência do conselho da BRF, começaram as especulações de que o presidente da Petrobrás deixaria a estatal no fim do ano.

Pouco se lembram, entretanto, que, quando ele assumiu a difícil função de enfrentar terra arrasada, Parente deixou claro que o prazo de seu “sacrifício” seria de apenas dois anos.

Leia mais na coluna:

Membros do conselho do Jockey se espantam com Steinbruch no PP

Congresso prepara resposta a decisões do STF