Pró-educação

Sonia Racy

13 Outubro 2012 | 01h08

A Secretaria da Educação apresentou e Alckmin gostou: está mapeando 50 áreas em regiões carentes no Estado para construir centros de complementação do horário escolar. A ideia é ocupar o tempo dos estudantes após as aulas.

Recursos? Sairão dos R$ 300 milhões destinados, no orçamento de 2013, a obras na educação. Para a empreitada, tentam atrair ajuda de instituições como Sempec, Todos pela Educação e Gol de Letra.