Pressão do Oriente

Sonia Racy

07 Outubro 2016 | 00h35

Michel Temer vai ouvir, quando for a Tóquio, cobranças sobre o atraso de dois anos do financiamento do BNDES para a construção Linha 6 do Metrô de São Paulo.

Pelo menos, foi o que já se constatou ontem em seminário na capital japonesa promovido pela CNI e a Keidaren.

Tentaram explicar a situação o embaixador do Brasil no Japão, André Corrêa do Lago, e os senadores tucanos Aloysio Nunes Ferreira e Ricardo Ferraço.