1. Usuário
Direto da Fonte
Assine o Estadão
assine
Direto da Fonte

Direto da Fonte

Sonia Racy

Longe de declarar voto, Setúbal diz que Marina é ‘evolução natural’

Por Sonia Racy

03/09/2014, 22h34

   

Em seu discurso em comemoração dos 90 anos do Itaú Unibanco, que acontece nesta quarta-feira na Sala São Paulo, o presidente do banco, Roberto Setúbal, afirmou que uma eventual vitória de Marina Silva em outubro representaria o fechamento de um ciclo e uma “evolução natural” para o Brasil. Após o discurso, porém, explicou que a fala está longe de ser uma declaração de voto. “O banco é uma coisa, Marina é outra e minha irmã, outra.”

Sua irmã Neca Setúbal – que não estava presente ao evento – é coordenadora da campanha da candidata do PSB.

Roberto tem repetido que a participação de Neca na campanha é uma opção pessoal e não está vinculada ao banco ou sua opção de voto.

O evento, que lotou a Sala São Paulo, reuniu empresários e, em época de eleição, apenas um político de projeção: Eduardo Suplicy.