Para inglês ver

Sonia Racy

19 Janeiro 2016 | 01h27

Assessores do prefeito e sua área jurídica têm conversado sobre possíveis mudanças nas normas que regulam as manifestações de rua em SP.

As atuais, tidas como pouco práticas, obrigam os organizadores dos atos a informar dia, hora e itinerário do protesto com cinco dias de antecedência – o que acaba não sendo cumprido quase nunca.

A ideia é diminuir o prazo para fazer a lei funcionar.