Para governistas, Maia errou no timing da votação

Sonia Racy

03 Agosto 2017 | 00h58

Houve críticas, ontem, de gente da velha guarda, à atuação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

O que se comentava, entre governistas, era que ele “comeu mosca” ao não colocar em votação a denúncia contra Temer quando havia na Casa mais de 400 deputados. Situação na qual a vitória do presidente, quem sabe, seria mais expressiva.