Oposição acusará Temer de crime de responsabilidade por MP

Sonia Racy

10 Maio 2018 | 00h30

A votação da MP do governo Temer que cria cargos para a intervenção no Rio, marcada para semana que vem, será palco de acusações – da oposição – de crime de responsabilidade fiscal.

Parlamentares pretendem dizer que os postos criados não têm respaldo na Lei Orçamentária. Para isso, vão usar nota técnica da Câmara que cita a Lei de Responsabilidade Fiscal e diz que a MP de Temer “não atende aos pressupostos de adequação orçamentária e financeira”.

Leia mais notas da coluna:

Guardia defende aumento de capital da Eletrobrás

Cacá Diegues lança filme em Cannes