1. Usuário
Direto da Fonte
Assine o Estadão
assine
Direto da Fonte

Direto da Fonte

Sonia Racy

Guia de entidade ensina a ganhar dinheiro defendendo o verde

Por Sonia Racy

15/02/2016, 19h14

   

Agricultores podem ganhar dinheiro plantando árvores. A tese faz parte do levantamento que o instituto de pesquisa Agroicone lança, nesta terça-feira (16), no Guia de Árvores com Valor EconômicoO documento levantou o valor que 109 espécies — encontradas no Cerrado e na Mata Atlântica — poderão render aos agricultores obrigados, por lei, a manter uma área destinada à preservação do verde.

“O novo Código Florestal obriga proprietários de terra no Brasil a terem significativas áreas com florestas, que podem ser exploradas economicamente. Por isso faz sentido desenhar arranjos de florestas nativas combinando exigência legal com seu aproveitamento produtivo”, diz Eduardo Malta, que elaborou o guia junto com Paolo Sartorelli.

De acordo com os estudos, a madeira obtida com essas árvores pode render de R$ 50 por metro cúbico, para lenha, até R$ 570 por metro cúbico, se aproveitada nas serrarias. “Além da madeira, as árvores podem trazer outras vantagens  — como alimentos ou compostos para fins farmacêuticos e cosméticos. Nesses casos, o valor de mercado tem uma amplitude ainda maior e dependerá do arranjo de uma cadeia produtiva organizada, diz Sartorelli.

O documento será lançado em evento no restaurante Pé de Manga, na Vila Madalena.

 

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.