Nuvem negra

Sonia Racy

05 Outubro 2012 | 01h10

Há um “novo” temor pairando sobre advogados que atuam em Brasília: serem enquadrados na Lei de Lavagem de Dinheiro. O novo texto prevê punição mesmo para quem não tem certeza absoluta da origem ilícita de recursos em pauta.

Essa luz amarela se acendeu ante a dureza dos ministros do STF no mensalão.

Nos bastidores, defensores não descartam a hipótese de serem acusados de lavagem, em julgamentos futuros, caso tenham recebido dinheiro sujo.