MP investiga impacto de nova Ceagesp em Perus

Sonia Racy

26 Outubro 2016 | 10h49

O Ministério Público de São Paulo quer saber mais, da Prefeitura paulistana, sobre a anunciada transferência da Ceagesp da Vila Leopoldina para Perus, na zona norte da capital. Inquérito civil a respeito foi instaurado em atendimento a um pedido da Frente Pela Volta das Ferrovias.
Na área atual da Ceagesp circulam, em média, 50 mil pessoas e 12 mil veículos – e um dos pedidos é que se apure o impacto da medida nas vizinhanças de Perus. Há uma queixa, também, de que o novo local não dispõe de linhas férreas para transporte das mercadorias — o que acarretaria problemas de mobilidade naquele trecho da zona norte.