Ministros recebem advogados para falar de segunda instância

Sonia Racy

20 Março 2018 | 01h05

Grupos de advogados que querem convencer o STF a reavaliar a prisão em segunda instância têm hoje agenda confirmada com pelo menos quatro ministros da Corte: Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

Avaliam que há uma boa chance de os ministros chegarem a uma fórmula para pautar o tema, independentemente de Cármen Lúcia.