Mercados só tinham olhos para quórum da votação da denúncia

Sonia Racy

26 Outubro 2017 | 00h58

MICHEL TEMER

MICHEL TEMER. FOTO: EVARISTO SÁ/AFP

A súbita internação de Temer, ontem, não abalou os mercados. Que só tinham olhos para o quórum do Congresso para votar a denúncia.

Leia mais notas na coluna:

Só um terço dos que votaram com Temer na CCJ não têm irregularidade

Diego Lerman vem ao Brasil e se encontra com sócia de produtora brasileira