Membros do Renova Brasil comemoram pedido de investigação de fundo

Sonia Racy

05 Outubro 2017 | 01h00

Diferentemente do que se poderia pensar, alguns colaboradores do Renova Brasil chegaram a comemorar ontem o pedido do deputado petista Jorge Solla, feito à PGR, para a abertura de uma investigação do Fundo Cívico para a Renovação Política brasileira. Fundo este que… sequer existe ainda.

Ele será lançado na sexta-feira, conforme adiantou a coluna semana passada.

Membros curtem
reação de Solla

Segundo integrante dessa iniciativa, a reação de Solla sinaliza a abrangência que o fundo pode alcançar na luta pela renovação do Congresso. “Nas eleições de 2018, vamos assistir à briga entre o Brasil novo e o velho”, prevê.

E o “velho” já está reagindo.

Eleitorado quer nomes
de fora da política

Em pesquisa, os organizadores do RB constataram que 79% dos eleitores querem candidatos de fora da política.

Na França, 52% dos nomes lançados pelo partido En Marche nunca haviam se candidatado. Hoje, eles ocupam 64% das cadeiras do parlamento francês.

Leia mais notas da coluna:

Luisa Mell: ‘Não devolvo esses cães, nem presa’

Tribunal de Contas do Município suspende concessão de cemitérios