Marcelo Bretas, da Lava Jato Rio, fala da operação na Alemanha

Sonia Racy

15 Novembro 2017 | 01h00

MARCELO BRETAS

MARCELO BRETAS. FOTO: WILTON JUNIOR/ESTADÃO

Marcelo Bretas, da Lava Jato do Rio, foi convidado pelo governo da Alemanha para falar sobre a sua experiência. O juiz participa de seminário do Programa Combate à Corrupção que começou no domingo e vai até o dia 18.

Bretas também se reunirá com várias autoridades do governo local para trocar experiências no combate à corrupção e compliance.

Despesas? Serão custeadas pelo Instituto Goethe, em nome do ministério dos Negócios Estrangeiros da Alemanha.


Paradas as ações contra Sergio Cabral essa semana? Não. Na última segunda-feira, Bretas foi substituído pela juíza Caroline Vieira Figueiredo que ouviu três testemunhas de defesa de um dos 15 processos que envolvem o ex-governador.

Somente em dois deles, Bretas já condenou Cabral a 58 anos de prisão.

Leia mais notas na coluna:

+ Ronaldo terá camarote para 2 mil na Marquês de Sapucaí

Raí se forma em administração esportiva em Nyon