MAM e Queermuseu são alvo da CPI de Magno Malta

MAM e Queermuseu são alvo da CPI de Magno Malta

Sonia Racy

21 Outubro 2017 | 00h54

MAGNO MALTA

MAGNO MALTA. FOTO: WILTON JÚNIOR/ESTADÃO

Os curadores do MAM e da exposição Queermuseu viraram alvo da CPI dos Maus-tratos a crianças, de Magno Malta. São do senador 140 dos 145 requerimentos da comissão. E ele já marcou viagem do grupoi ao Espírito Santo, seu reduto eleitoral.

Colegas dizem que ele segue o mesmo roteiro midiático que adotou na CPI da Pedofilia, de 2009 – outro ano imediatamente anterior às eleições.

Até Eunício Oliveira ficou descontente, no episódio em que Malta tentou exibir pessoas nuas na da TV Senado.

Leia mais notas na coluna:

FHC defende Alckmin para disputa presidencial

Madonna fará bate-volta para o casamento de empresário no Rio