Mais de 2 mil cubanos pedem reconhecimento da condição de refugiados

Sonia Racy

14 Abril 2018 | 00h40

Depois da Venezuela, é de Cuba o maior contingente de migrantes que hoje pedem reconhecimento da condição de refugiados no Brasil. Balanço divulgado pelo Conare soma 2.373 cubanos querendo ficar por aqui – 7% do total.

A Venezuela representa 53% dos pedidos. Roraima entrou ontem com pedido no STF para fechar a fronteira com o país ditado por Maduro.

Leia mais notas na coluna:

Decisão do STF contra Palocci ‘teve cabimento’, diz jurista

Senadores abandonam audiência que investiga o Sistema S