Sonia Racy

21 Agosto 2014 | 01h12

Consta no mercado que a Suzano estaria de olho na compra de florestas, entre elas a da Queiroz Galvão, no Maranhão – por R$ 1 bilhão.

Isso ajudaria a diminuir o déficit de madeira da nova fábrica do grupo, que pertence à família Feffer.