1. Usuário
Direto da Fonte
Assine o Estadão
assine
Direto da Fonte

Direto da Fonte

Sonia Racy

Licença-prêmio por um fio

Por Sonia Racy

06/01/2016, 01h35

   

Está no forno, no Palácio dos Bandeirantes, um projeto de lei que deve cortar a licença-prêmio de todos os cargos comissionados no governo paulista. A proposta – nascida da urgência de se cortar gastos e de reforçar a austeridade fiscal – foi discutida ontem cedo, na reunião de Alckmin com seus 25 secretários.

Não há uma avaliação, ainda, de quantos cargos seriam atingidos pela medida. A licença-prêmio dá direito a três meses de férias a cada cinco anos trabalhados. E beneficia funcionários da administração, sejam eles concursados ou em cargo de confiança 

 

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.