Guardia defende aumento de capital da Eletrobrás

Guardia defende aumento de capital da Eletrobrás

Sonia Racy

09 Maio 2018 | 01h00

EDUARDO GUARDIA

EDUARDO GUARDIA. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Eduardo Guardia deu ontem continuidade à sua defesa da privatização da Eletrobrás ao repassar, na Câmara dos Deputados, os principais pontos do Projeto sobre desestatização da empresa.

Trata-se de um trabalho exaustivo, mesmo ante o novo mote adotado pelo governo federal segundo o qual a estatal não será privatizada. Ela promoverá aumento de capital para poder voltar a competir no mercado.

A informação é verdadeira – mas Guardia omitiu que o aumento de capital almejado deixará a União com algo como 40% do total das ações. Isso significa que haverá pulverização do controle.

Mas, dessa maneira, defendendo o aumento de capital e não a privatização, parlamentares terão como dizer às suas bases que não apoiam o sistema de vendas de estatais pertencentes ao povo.

Leia mais notas da coluna:

Troca de embaixadores à vista no Itamaraty

Brasileira representa Letônia na final do Eurovision