FHC: Huck deve ‘decidir seu próprio caminho’

Sonia Racy

09 Fevereiro 2018 | 16h57

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO E LUCIANO HUCK

FHC E E LUCIANO HUCK. FOTOS SILVANA GARZARO/ESTADÃO

FHC não está apoiando ninguém e vai seguir o que o PSDB decidir. Ao dar, ele mesmo, a informação à coluna, na tarde desta sexta-feira, o ex-presidente aproveitou para esclarecer: “Jantei sim com Luciano Huck, na quinta-feira, como jantei recentemente com Paulo Hartung, depois com Fernando Haddad e recebi Rodrigo Maia, entre outros. Converso com muita gente mas isso não significa apoio”.

Já é sabido que FHC gosta de Huck e que é amigo de toda sua família. O que não se sabe é quais conselhos tem dado ao apresentador — que tem se mostrado disposto a disputar cargo público mas ainda não tem clareza de que esse é o melhor caminho para ajudar o País.

Em entrevista na quinta-feira à Radio Guaíba, de Porto Alegre, FHC disse que Huck   “está considerando” sua candidatura.

Huck tem 40 milhões de seguidores nas redes sociais – 12 milhões só no Instagram. E participa ou lidera, há tempos,  projetos sociais de diferentes áreas de atividade.

O que o senhor disse a ele? “Ele que tem que decidir seu próprio caminho”, ponderou FHC na conversa. Se estivesse no lugar dele, o que faria? “Não sei”.

Leia mais:

+ FHC diz que Luciano Huck ‘está considerando’ candidatura