Empresários do RS entregam projeto de lei de incentivo à Segurança

Empresários do RS entregam projeto de lei de incentivo à Segurança

Sonia Racy

27 Março 2018 | 01h00

JOSÉ IVO SARTORI

JOSÉ IVO SARTORI. FOTO: FERNANDO GOMES/AGÊNCIA RBS

Empresários do Rio Grande do Sul saem na frente e entregam ao governador Ivo Sartori, amanhã, um projeto de lei similar à Rouanet – a Lei de Incentivo à Segurança.

O PL estadual envolve não só recursos a serem doados pela iniciativa privada mas, também, participação operacional dos doadores em áreas que não exigem exclusividade do Estado.

Proposta pode arrecadar
R$ 300 mi por ano

A informação vem do presidente do Instituto Cultural Floresta, o gaúcho Leonardo Fração. “Vivemos duas crises: uma de recursos e outra de aplicação desses recursos. Termos novamente segurança pública passa pela solução das duas – e não somente da referente aos recursos”, explicou ontem o empresário à coluna.

Potencial de arrecadação? R$ 300 milhões por ano.

Raul Jungmann tem
aventado a mesma ideia

Raul Jungmann, da Segurança Pública, tem aventado a mesma ideia – de buscar mais recursos junto a empresários – para melhorar a dramática situação vivida pelo setor no País.

Mas, pelo que se apurou, o ministro defende autonomia integral da União na aplicação do dinheiro arrecadado.

Leia mais notas da coluna:

+ ‘Em breve, vamos ter orgulho de ler os livros de história’, diz criador da Cacau Show

+ Irmãos Batista têm até início de abril para se defender na CVM