Direto de NY

Direto de NY

Sonia Racy

09 Outubro 2016 | 00h15

lee

Artista plástico de família de músicos, Antonio Lee lança sua primeira exposição individual em Nova York, na próxima sexta. As sete telas inéditas são um estímulo à imaginação do público, convidado a conhecer o conceito de Pareidolia, que dá título à mostra. “É o termo que se usa para descrever a nossa tendência a encontrar imagens em formas aleatórias, como dinossauros nas nuvens, por exemplo” explica o caçula de Rita Lee. “É algo muito mais sugestivo do que definitivo. Um caos organizado, com formas sujas e soltas.” A pintura híbrida “entre o figurativo e o abstrato”, observa Antônio, dialoga “com o que vem ganhando destaque na metrópole americana”. Daí surgiu o convite das brasileiras da galeria Emma Thomas, que inaugurou filial no Lower East Side em agosto. A exposição fica por lá até 9 de novembro.