Dilma quebra tradição e ignora prêmio a FHC

Dilma quebra tradição e ignora prêmio a FHC

Sonia Racy

12 Maio 2015 | 23h17

FHC é homenageado em Nova York (Foto: Sonia Racy/Estadão)

 

FHC é homenageado em Nova York (Foto: Sonia Racy/Estadão)

Dilma quebrou uma tradição de 47 anos. Pela primeira vez, o presidente brasileiro não manda uma mensagem de congratulações ao vencedor do prêmio ‘Pessoa do Ano’, concedido pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. A premiação é dada sempre a um brasileiro e um americano que tenham se destacado na aproximação entre os dois países. Neste ano, os homenageados são Fernando Henrique Cardoso e Bill Clinton. A cerimônia está acontecendo agora no Hotel Waldorf-Astoria, em Nova York, como manda a tradição.

No salão lotado, entre os mais de mil convidados sentados às mesas, estão tucanos de alta plumagem, empresários e banqueiros. Todos saíram do Brasil especialmente para a cerimônia – talvez a mais concorrida de todos os tempos.