Desembargador se enrola ao falar de ‘cura gay’ e pode perder vaga no CNJ

Desembargador se enrola ao falar de ‘cura gay’ e pode perder vaga no CNJ

Sonia Racy

26 Setembro 2017 | 00h54

VALTÉRCIO RONALDO DE OLIVEIRA

VALTÉRCIO RONALDO DE OLIVEIRA. FOTO: REPRODUÇÃO/TV SENADO

O desembargador Valtércio Ronaldo de Oliveira chegou à sabatina na CCJ do Senado com seu nome praticamente aprovado para vaga no Conselho Nacional de Justiça. Mas tropeçou ao falar de… cura gay.

Diante da polêmica, sua indicação foi a única de três a não ser votada na própria quarta-feira. A votação final ficou para hoje – e ele periga não entrar.

Leia mais notas da coluna:


Para jurista, Supremo ‘tem de ser um pacificador de questões’

Aécio e Sheridan são tucanos mais animados com PEC da reforma