Delcídio teria isentado André Esteves em depoimento ao MPF

Sonia Racy

17 Fevereiro 2017 | 00h40

Delcídio Amaral, esta semana, durante seu enésimo depoimento ao MPF – desta vez, como réu acusado de tentar obstruir a Justiça comprando o silêncio de Nestor Cerveró –, teria isentado, nesta ação específica… André Esteves.

Como? Admitindo “blague” na conversa gravada pelo filho do ex-diretor da Petrobrás.
Hoje é a vez de o banqueiro depor em Brasília.

Assessor do Diap vê ‘barbeiragem’
em decisão de ministro

Antonio Augusto de Queiroz, assessor parlamentar do Diap classificou a decisão de Luiz Fux — a que manda Eunicio Oliveira devolver “à estaca zero” na Câmara o projeto anticorrupção (das 10 Medidas) — de barbeiragem.


Na condição de um dos maiores conhecedores dos meandros legais do Congresso, Queiroz afirmou que  “o ministro do STF, pelo visto, não entende de processos legislativos”.

Assessor 2

A prevalecer a medida, ponderou o advogado, ficam invalidadas as Leis da Ficha Limpa, do Crime Hediondo, do Combate à Compra de Votos e a lei da Habitação Popular. Todas de origem popular… e alteradas durante sua tramitação.