Decisão de Fachin, de remeter recurso de Lula a plenário virtual, causa surpresa

Sonia Racy

05 Maio 2018 | 00h55

EDSON FACHIN

EDSON FACHIN. FOTO: CARLOS MOURA/STF

Causou surpresa, em Brasília, a decisão de Fachin de remeter o novo recurso para livrar Lula da cadeia ao plenário virtual da Segunda Turma do STF. Muitos esperavam que o ministro o enviasse ao plenário físico da turma ou ao próprio plenário do tribunal.

Nos cafezinhos, o “virtual da Segunda” é chamado de “Jardim do Éden”, pela boa vontade de suas decisões. Fama bem diversa da que tem a Primeira Turma, conhecida como… “Câmara de Gás”.

Leia mais notas da coluna:

Decisão do STF não deve levar à desistência de candidaturas por foro

Rio debate medidas para conter ‘fuga’ de setores culturais para SP