Com Doria de moderador, Zé Celso discute futuro do Oficina com Silvio Santos

Sonia Racy

18 Agosto 2017 | 00h57

João Doria foi convocado, ontem, para uma reunião na sede do SBT. Motivo? Tentar solução para o antigo imbroglio que divide Silvio Santos e Zé Celso Martinez a respeito do terreno junto ao Teatro Oficina, no Bixiga.

Segundo fonte presente ao encontro, SS começou pedindo uma reunião “o mais sucinta possível” e aconselhou: “Zé Celso, não seja sonhador. Quem vai dar isso pra você? Não sonha!”.

Para Zé Celso, a cidade
‘não aguenta mais torres’

O dramaturgo defendeu a necessidade de “um corredor cultural” na cidade e avisou: “Não quero construir nada. Eu quero colocar tendas, de circo, de teatro. Esta cidade não aguenta mais torres”.

E SS replicou: “Mas tem de ser justo no nosso terreno?”

Arquitetos vão avaliar
e solução fica para outubro 

Fim de jogo: o prefeito de São Paulo pediu que se marcasse uma reunião entre arquitetos dos dois grupos, com mediação da Prefeitura, para uma solução comum. E jogou a confusão para outro encontro dos três, em outubro.