Cofre paulista

Sonia Racy

19 Outubro 2016 | 01h00

Alckmin está, sim, preocupado com a queda da arrecadação do Estado – mas acredita que em 2017, a situação vai melhorar. “É uma questão de ritmo de recuperação: pode ser mais lento, ou mais forte, mas o Brasil está seguro nesse caminho”, disse à coluna o governador de São Paulo, durante jantar para João Doria, segunda-feira, nos Jardins.

São Paulo poderia arrecadar mais se a divisão entre União e Estados tivesse vingado na lei de repatriação de capitais? “Para outros Estados sim, mas para São Paulo, nada mudaria.”

Cofre 2

E o qual será o impacto da PEC do Gastos nas finanças do Estado? “O limite a ser aprovado é só para União”. Mas vocês não serão forçados a fazer o mesmo por consequência? “O teto não vale para os Estados, é só federal”.
Tá duro assumir o ônus político da medida.