Cinco militares serão julgados pela morte de soldados em treinamento

Sonia Racy

23 Outubro 2017 | 19h50

Chegou à Justiça Militar Federal a denúncia contra cinco militares do Exército por morte de três soldados durante um treinamento em, Barueri, ocorrido em 24 de abril. Após cinco meses de investigação, o MP militar denunciou um capitão, oficial de prevenção de acidentes na instrução, um segundo capitão, responsável pelo exercício, um tenente, um cabo e um soldado.

A promotoria pede que os cinco respondam por dois crimes previstos no Código Penal Militar: homicídio culposo majorado devido à multiplicidade de vítimas e lesão corporal culposa. O promotor afirma, na peça, que “os denunciados, agindo culposamente, descumprindo seus respectivos deveres objetivos de cuidado, causaram a morte, mediante asfixia mecânica por afogamento, das três vítimas fatais e também culposamente, a integridade corporal do quarto militar”.