Cidade de SP não se livra de ressarcimento empresas de ônibus

Cidade de SP não se livra de ressarcimento empresas de ônibus

Sonia Racy

13 Agosto 2017 | 01h10

Ônibus em São Paulo

FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO

A criação pela Prefeitura, de um teto de R$ 7,7 bilhões para gastos com empresas de ônibus, não significa que o município não terá que arcar com ressarcimento financeiro em 2018.

Segundo uma fonte qualificada, se o serviço prestado pelas empresas for superior ao teto – e pela experiência do ano passado, será – o valor adicional vai ser pago ano que vem.

Nova licitação está
nas mãos da SPTrans


Quanto à nova licitação para o transporte urbano, está nas mãos da secretaria de Transportes e da SPTrans, a montagem da nova modelagem.

Há quem diga que ela sai até o fim do mês. Mas há quem assegure que ela levará ainda mais tempo, por causa da complexidade, garantindo transparência e possibilidade da participação de empresas estrangeiras.